Projeto 52 semanas: semana 16!

Aí vamos nós, projeto 52 semanas… semana 13!

Um look, várias imagens, uma vez por semana, todas as semanas, em 2019!

Quando recebi este vestido decidi na hora que seria o look escolhido para a Páscoa. É tão lindo e delicado! É de linho e com detalhes deliciosos que fazem dele uma peça perfeita para uma ocasião especial! 🙂

Combinei-as com umas Vitória, eu combino tudo com sapatilhas, já se sabe! 🙂

Deixo as imagens, espero que goste!

Este slideshow necessita de JavaScript.

A Carlota veste:
Colar: Lupinha (aqui)
Bandolete: Cat Kids (aqui)
Vestido: Mamã dá Licença (aqui)
Sapatilhas: Vitoria na Patuska (aqui)

Gostou deste artigo? Então partilhe-o com os seus familiares e amigos! 🙂

*Beijinhos*

Sofia

Siga-nos também no Instagram —> @sofiasalgadomota

Nota 1: o Facebook alterou o algoritmo e a partir de agora vai mostrar mais posts dos amigos e menos das páginas que seguimos. Para continuar a saber dos nossos posts basta ir aqui à nossa página, clicar em gosto e de seguida onde diz “A Seguir” e seleccionar “Ver Primeiro”.

Nota 2: Outra opção é adicionarem-se ao grupo do blogue Pedaços de Nós (podem fazê-lo aqui)! Esta está foi a solução encontrada para que as nossas leitoras não percam pitada. Neste espaço partilharemos apenas os posts que normalmente são partilhados na página, por isso vá lá e adicione-se!  🙂

 

As crianças precisam de limites!

As crianças precisam de limites!

Tenho uma amiga que diz que mimo a mais não existe, o que existe é falta de limites. Eu também acho! Até porque mimo, como expliquei aqui, é acarinhar, é aconchegar e, por isso, não estraga, faz bem. Já a falta de limites estraga, e muito!

Acredito mesmo que as crianças precisam de limites!

No entanto, quando comento esta frase com alguém, noto alguma confusão com o conceito. Percebo que as pessoas consideram que colocar limites é o mesmo que gritar, castigar ou até dar uma palmada. Só que não é disso que se trata. Os limites são apenas regras que os adultos criam para, simplesmente, proteger a criança!

Sim, os limites servem para proteger!

Quando uma criança não tem limites, que é como quem diz ‘faz o que quer’, não sabe até onde pode ir, não sabe com o que pode contar, não tem quem a guie. Isto faz com que a criança se sinta insegura e desprotegida. Sim, os limites dão uma enorme segurança à criança. E sabe que mais, quem manda em casa são os pais, que são os adultos e têm o dever de proteger os filhos.

Vamos a alguns exemplos:

Por que razão devem as crianças lavar as mãos antes de ir para a mesa? Para evitar doenças! Por que devem colocar o chapéu para brincar na rua? Porque o sol em excesso faz mal! Por que devem ter rotinas de sono consistentes e adequadas? Porque essa regra proporciona bem-estar físico e psicológico!

Mas há mais. Há a sopa que deve ser comida, o banho que deve ser tomado, os dentes que devem ser lavados, o cinto que deve ser colocado no carro…

Estes são apenas alguns exemplos, mas há tantos limites que devemos colocar aos nossos filhos para que eles cresçam de forma saudável. E (sabe que mais?) estas regras devem ser adequadas e, muitas das vezes, não negociáveis, são assim e pronto. E acredite, se as regras foram razoáveis, se respeitarem a criança e se, acima de tudo, forem consistentes e coerentes, corre tudo bem! 🙂

Consegue lembrar-se de mais algum limite/regra? Partilhe comigo através de um comentário, destas partilhas tiramos sempre muitos ensinamentos.

Gostou deste artigo? Partilhe-o com os seus familiares e amigos! 🙂

*Beijinhos*

Sofia

Siga-nos também no Instagram —> @sofiasalgadomota

Nota 1: o Facebook alterou o algoritmo e a partir de agora vai mostrar mais posts dos amigos e menos das páginas que seguimos. Para continuar a saber dos nossos posts basta ir aqui à nossa página, clicar em gosto e depois, onde diz “A Seguir”, seleccionar “Ver Primeiro”

Nota 2: Outra opção é adicionarem-se ao grupo do blogue Pedaços de Nós (podem fazê-lo aqui)! Esta está foi a solução encontrada para que as nossas leitoras não percam pitada. Neste espaço partilharemos apenas os posts que normalmente são partilhados na página, por isso vão lá e adicionem-se!  🙂

Demos as mãos por Moçambique!

Demos as mãos por Moçambique!

Corria o ano de 1985 e Portugal uniu-se por Moçambique. Não me lembro exatamente do momento, do dia, mas lembro-me muito bem da canção:

Vamos abrir outro mar
Fazer a Ponte cá dentro do peito
Dar um abraço
Que é dado a cantar
E assim fica mar mais estreito

Por isso, quando a Carlota chegou a casa a cantar esta canção, cantei com ela. Foi um bonito momento! E ontem, como há 34 anos, na escola dela todos deram as mãos por Moçambique! 🙂

Gostou deste artigo? Partilhe-o com os seus familiares e amigos! 🙂

*Beijinhos*

Sofia

Siga-nos também no Instagram —> @sofiasalgadomota

Nota 1: o Facebook alterou o algoritmo e a partir de agora vai mostrar mais posts dos amigos e menos das páginas que seguimos. Para continuar a saber dos nossos posts basta ir aqui à nossa página, clicar em gosto e depois, onde diz “A Seguir”, seleccionar “Ver Primeiro”

Nota 2: Outra opção é adicionarem-se ao grupo do blogue Pedaços de Nós (podem fazê-lo aqui)! Esta está foi a solução encontrada para que as nossas leitoras não percam pitada. Neste espaço partilharemos apenas os posts que normalmente são partilhados na página, por isso vão lá e adicionem-se!  🙂

Pipocas feitas com água: a receita!

Pipocas feitas com água: a receita!

Fim de semana com chuva e uma promessa por cumprir, voltar a fazer as nossas pipocas saudáveis! 🙂

As nossas pipocas saudáveis não levam gordura, nem açúcar. São perfeitas para os mais pequeninos e muito fáceis de fazer. Ficam como as que são confecionadas na panela com óleo, só não ficam doces, apenas porque não levam açúcar. Por cá não é só a Carlota que adora, os adultos também não dispensam. Mas vamos à receita, que é para isso que aqui estamos. 🙂

Ingredientes para as pipocas feitas com água:
  • Milho para pipocas
  • Película aderente própria para microondas
  • Taça de vidro que possa ir ao microondas
  • Mel
  • Xilitol
Modo de preparação:

Colocar meio copo de milho numa taça de vidro. Dissolver uma colher de mel em meio copo de água e juntar ao milho. Cobrir a taça com a película e furar com um palito.  Levar ao microondas durante aproximadamente 12 minutos (depende sempre da potência). Se por aí viverem seres humanos tão gulosos como os homens desta casa, pode colocar um pouco de xilitol.

Deixo as imagens de todo  processo…

Este slideshow necessita de JavaScript.

Gostou deste artigo? Partilhe-o com os seus familiares e amigos! 🙂

*Beijinhos*

Sofia

Siga-nos também no Instagram —> @sofiasalgadomota

Nota 1: o Facebook alterou o algoritmo e a partir de agora vai mostrar mais posts dos amigos e menos das páginas que seguimos. Para continuar a saber dos nossos posts basta ir aqui à nossa página, clicar em gosto e depois, onde diz “A Seguir”, seleccionar “Ver Primeiro”

Nota 2: Outra opção é adicionarem-se ao grupo do blogue Pedaços de Nós (podem fazê-lo aqui)! Esta está foi a solução encontrada para que as nossas leitoras não percam pitada. Neste espaço partilharemos apenas os posts que normalmente são partilhados na página, por isso vão lá e adicionem-se!  🙂