O desfralde… dicas úteis

Não o faça apenas porque o vosso filho tem dois anos e toda a gente diz que aos dois anos as crianças deixam a fralda. Às vezes não é assim!

Vamos começar por esclarecer uma coisa: eu considero as crianças seres extraordinários que merecem todo o respeito, por isso a primeira coisa a fazer é falar com eles, explicar-lhes o que se vai passar. Depois, lembre-se que nem todas as crianças são iguais, a umas não custa nada, a outras custa um bocadinho mais, mas todas chegam lá! Lembre-se, ainda, que não há receitas (mágicas), há ideias e há MUITAS opiniões.

Posto isto, estas são as minhas dicas:
O primeiro passo é falar com a pessoa que está com o seu filho durante o dia, no caso de não ser você! Têm que estar em sintonia, se é para tirar a fralda tira-se e pronto, não se tira só às vezes, só na escola, só em casa, só…
Sou a favor do bacio! Se a criança souber o que fazer quando lá está sentada facilita muito, pois nem todas têm logo noção do propósito de ali estarem sentadas. E, depois, há crianças que não gostam, preferem a sanita. Aí, cabe a cada um de nós avaliar a situação.
Roupa prática, leggings ou fato de treino e chinelos, tipo crocks, é o melhor. Ou vestido e só de cueca, se estiver calor ou se a casa/escola for aquecida. ESQUEÇA os bodies, os macacões, os fofos, as calças com peito… Isso dificulta muito na hora do aperto e não ajuda na autonomia da crianças. Lembre-se que o que se pretende é que a criança comece a ir à casa de banho sozinha!
CUECA, eu aconselho cueca. As trainers não costumam funcionar, a criança não sente o xixi e sente-se, acima de tudo, protegida. A trainer não é mais do que uma fralda!
Mantenha a calma, pode não conseguir logo, mas vai conseguir, tenha confiança e, acima de tudo, MUITA paciência, pode precisar (ou não)!
Costumam dizer que o cocó custa menos. Nãaaa… a minha experiência diz-me o contrário e não foram exceções. Exceções foram aqueles a que custou menos.
Se correr mal não martirize a criança, não faça comentários depreciativos (do tipo “és porco”), não castigue… E quando a criança conseguir, felicite, bata palmas, faça, literalmente, uma festa!
Outra coisa importante: há crianças que demoram mais tempo a largar a fralda à noite. NUNCA, mas nunca mesmo, castigue por causa disso. Há miúdos que têm o sono tão pesado que não é uma simples vontade de fazer xixi que os acorda. Há também casos de enurese noturna. Se esse problema persistir muito além dos 4/5 anos fale com o médico.
Leia sobre o assunto, mas sempre com um sentido crítico, há que saber selecionar a informação!
E há estórias muito boas que pode contar. Aqui em casa temos o “Nonó e o bacio”, mas há mais, há imensas!
Envolva a criança, leve-a a comprar as cuecas, escolha aquelas com imagens giras que ela gosta ou apenas as da cor que ela quer (aqui as favoritas são as cor de rosa e as da Minie).

As cuecas comprei na HM, na Primark e na Zippy!
O livro encontrei no Continente!

*Beijinhos*

Siga-nos no Instagram —> @sofiasalgadomota
E no Facebook —> Pedaços de Nós

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *