Parentalidade positiva não é permissividade!

Parentalidade positiva não é permissividade!

Não, não é! Não, as crianças não fazem o que querem. Sim, são os pais que mandam.

Esclarecidas as principais dúvidas, vamos ao que interessa! Parentalidade positiva, educação positiva, parentalidade consciente é a mesma coisa, porque todas elas acreditam no respeito pela criança enquanto ser humano.

Sim, o que este tipo de educação privilegia é o respeito mútuo, acreditando no lema respeitar para ser respeitado. Há regras, há autoridade, há rotinas, só que é tudo muito equilibrado e sem autoritarismo, sem agressões, físicas ou verbais, sem ameaças e sem subornos. Se é possível? Claro que é! Se é difícil? Não vou mentir, é muito difícil, mas em educação o fácil não costuma dar bom resultado!

Agora diga-me, quer saber mais sobre este assunto? Tem dúvidas?

Gostou deste artigo? Partilhe-o com os seus familiares e amigos! 🙂

*Beijinhos*

Sofia

Siga-nos também no Instagram —> @sofiasalgadomota

Nota 1: o Facebook alterou o algoritmo e a partir de agora vai mostrar mais posts dos amigos e menos das páginas que seguimos. Para continuar a saber dos nossos posts basta ir aqui à nossa página, clicar em gosto e depois, onde diz “A Seguir”, seleccionar “Ver Primeiro”

Nota 2: Outra opção é adicionarem-se ao grupo do blogue Pedaços de Nós (podem fazê-lo aqui)! Esta está foi a solução encontrada para que as nossas leitoras não percam pitada. Neste espaço partilharemos apenas os posts que normalmente são partilhados na página, por isso vão lá e adicionem-se!  🙂

One thought on “Parentalidade positiva não é permissividade!

  1. […] post Parentalidade positiva não é permissividade! aparece primeiro no Pedaços de […]

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *