08/52

Um look, várias imagens, uma vez por semana, todas as semanas, em 2018!

A Carlota veste:
Casaco: Zara
Colar: Lupinha (aqui)
Sabrinas:
Zippy (aqui)
Saia
: Moki & Mar (aqui)
Blusa: Pó de Talco (aqui)
Bandolete de flores: HM
Meias: Condor na Baumilha (aqui)

Óculos de sol: Watermeloon Baby Store (aqui)

*Beijinhos*

Nota 1: o Facebook alterou o algoritmo e a partir de agora vai mostrar mais posts dos amigos e menos das páginas que seguimos. Para continuar a saber dos nossos posts basta ir aqui à página do blogue, clicar onde diz “A Seguir” e seleccionam “Ver Primeiro”

Nota 2: Outra opção é subscrever o blogue por email, assim não há como perder, de cada vez que partilhamos um post recebem a notificação. Que nunca são muitas, uma vez que partilhamos apenas um post por dia! 🙂

Siga-nos também no Instagram —> @sofiasalgadomota

NÓS na cozinha… muffins de maçã, canela e noz!

No fim de semana resolvemos experimentar uma nova receita, inspirada numa que encontrámos aqui! Altero sempre as receitas, há uma série de coisas que não gosto e acabo por fazê-las mais à minha maneira! Fizemos muffins de maçã, canela e noz. Ficaram mesmo muito bons. Nada enjoativos, doces qb e excelentes para acompanhar um chá! Claro que tive a ajuda da mais bela cozinheiro do (nosso) reino, porque já se sabe, por aqui o que importa mesmo são estes momentos de partilha. Mas isso já falei, e muito, aqui! 🙂

Ingredientes:

  • 5 ovos (usei tamanho L)
  • 3 colheres de sopa de xarope de ácer
  • 2 maçãs partidas aos bocadinhos
  • 2 colheres de sopa de manteiga de amêndoa
  • 4 colheres de sopa de manteiga derretida
  • 6 colheres de sopa bem cheias de farinha de amêndoa
  • 3 colheres de sopa bem cheias de farinha de castanha
  • 3 colheres de sopa bem cheias de polvilho doce
  • uma colher de sobremesa de fermento sem glutén
  • uma colher de sobremesa de canela
  • Noz (a gosto) partida ao bocadinhos

Preparação:

Misturar tudo muito bem (sem as nozes) com a varinha mágica (ou liquidificador). Juntar as nozes e mexer com uma colher. Dividir pelas formas e levar ao forno pré aquecido a 200º, durante 20 minutos. Deixar ficar no forno até este arrefecer, para que não mirrem.

O bibe que nos acompanha nestas aventura é da Mada in Lisbon e podem encontrá-lo aqui! 🙂

*Beijinhos e… BOM APETITE*

Sofia

Nota 1: o Facebook alterou o algoritmo e a partir de agora vai mostrar mais posts dos amigos e menos das páginas que seguimos. Para continuar a saber dos nossos posts basta ir aqui à página do blogue, clicar onde diz “A Seguir” e seleccionam “Ver Primeiro”

Nota 2: Outra opção é subscrever o blogue por email, assim não há como perder, de cada vez que partilhamos um post recebem a notificação. Que nunca são muitas, uma vez que partilhamos apenas um post por dia! 🙂

Siga-nos também no Instagram —> @sofiasalgadomota

Oito razões para cozinhar com crianças!

Quem me conhece sabe que tanto em casa como na escola não há o “ai, suja tudo!” Suja? Limpa-se! É tão simples quanto isso! Para mim o que podem aprender os miúdos é o que interessa, o resto… o resto é secundário. Com a Carlota não é diferente, desde muito pequena que a envolvo nas minha aventuras na cozinha e ela adora. E se ao início quase não fazia nada, hoje vê as suas tarefas aumentadas e faz uma série de coisas sozinha. Costuma partir os ovos, ajudar a pesar os ingredientes, vai buscar a loiça e bate as massas.

Mas, e o que desenvolvem? Bem, uma série de coisas!

  1. Noções básicas de matemática. Quando identifica e separa os ingredientes, quando pesa as farinhas ou quando conta e divide os ovos, está a trabalhar noções matemáticas.
  2. A paciência. Quando fazemos um bolo, temos sempre que esperar que este fique pronto e arrefeça para podermos provar e comer. Isso ensina que algumas coisas levam tempo e que é preciso esperar. Já a minha mãe me dizia que a paciência também se educa! 🙂
  3. Incentivo para uma alimentação saudável, principalmente quando as receitas são saudáveis. Leva, não raras as vezes, a criança a experimentar novos alimentos e sabores, por se sentir parte integrante de todo o processo.
  4. Treina a organização. Preparar uma receita necessita de organização prévia. Decidir o que fazer, comprar ingredientes, prepará-los para a confeção… Eu costumo colocar as quantidades certas dos ingredientes em taças, assim a Carlota só tem que juntar.
  5. A autonomia. Aqui em casa a miúda já parte os ovos sozinha, junta os ingredientes (preparados anteriormente), bate a massa, passa a massa para as formas… Costumo dizer que mais um aninho e já faz tudo sozinha! 🙂
  6. Os cinco sentidos. As cores, os cheiros, as texturas, tudo é sentido, experimentado e explorado quando fazemos juntas algo na cozinha.
  7. A coordenação motora. Quando corta, amassa ou mistura os ingredientes com uma colher, a criança está a exercitar a sua coordenação motora.
  8. Partilha de bons momentos. Mesmo que para trás não tivesse escrito nada, só este ponto já faz com que valha mesmo a pena ir para a cozinha com os mais pequenos, não é verdade? Então, por que espera? Não se preocupe com o caos em que a cozinha vai ficar, não há nada melhor que isto e assim como assim, a água limpa tudo! 🙂

*Beijinhos*

Sofia

Nota 1: o Facebook alterou o algoritmo e a partir de agora vai mostrar mais posts dos amigos e menos das páginas que seguimos. Para continuar a saber dos nossos posts basta ir aqui à página do blogue, clicar onde diz “A Seguir” e seleccionam “Ver Primeiro”

Nota 2: Outra opção é subscrever o blogue por email, assim não há como perder, de cada vez que partilhamos um post recebem a notificação. Que nunca são muitas, uma vez que partilhamos apenas um post por dia! 🙂

Siga-nos também no Instagram —> @sofiasalgadomota

Nevou cá em casa!

Esta era uma das atividades que há muito queria fazer! Por ser diferente de tudo o que experimentei com a Carlota até hoje e por ter uma consistência parecida com a da neve. É super fácil de fazer, garante miúdos entretidos um bom bocado e ainda promove o desenvolvimento de umas quantas competências. Já se sabe, defeito de fabrico, que quando a Carlota (ou outro miúdo qualquer) está a desenvolver uma atividade, olho e vejo sempre aprendizagens. É assim, faz parte! É quase como se estivesse a ver ao vivo, aquilo que os livros me dizem que acontece, é como pôr na prática toda uma teoria que está subjacente ao desenvolvimento de uma criança. 🙂

Então, o grande benefício desta atividade é o desenvolvimento da coordenação motora fina, ao mesmo que estimula os cinco sentidos. É, na sua essência, uma atividade sensorial e como as atividades sensoriais são boas para os miúdos! 🙂

Então o que é e como se faz?

É neve e faz-se misturando meio copo de amaciador de cabelo fresco (basta colocá-lo no frigorífico no dia anterior) e dois copos de bicarbonato de sódio. Eu ainda acrescentei purpurinas azul para dar um efeito Frozen, mas sinceramente, acho que não vale a pena! 🙂

Depois é só deixar a criança explorar livremente e dar largas à imaginação!

O bibe que nos acompanha nestas aventura é da Mada in Lisbon e podem encontrá-lo aqui! 🙂

*Beijinhos*

Sofia

Nota 1: o Facebook alterou o algoritmo e a partir de agora vai mostrar mais posts dos amigos e menos das páginas que seguimos. Para continuar a saber dos nossos posts basta ir aqui à página do blogue, clicar onde diz “A Seguir” e seleccionam “Ver Primeiro”

Nota 2: Outra opção é subscrever o blogue por email, assim não há como perder, de cada vez que partilhamos um post recebem a notificação. Que nunca são muitas, uma vez que partilhamos apenas um post por dia! 🙂

Siga-nos também no Instagram —> @sofiasalgadomota