Estou muito assustada!

Estou muito assustada!

Não sou de tecer comentários públicos, acerca de situações como a que vivemos hoje em Portugal. Não sou alarmista e sou, até ver, uma pessoa muito calma e ponderada, mas… estou assustada!

Desde ontem que estou angustiada, está a custar manter-me a calma e pensar positivo! Isso em mim é raro, demasiado raro para deixar para lá. Tenho as campainhas internas todas a tocar  e isso nunca é bom sinal.

O meu medo maior não é o vírus, é a estupidez e irresponsabilidade de algumas pessoas. Tenho medo da inação do governo e de quem realmente pode conter isto. Tenho medo, não por mim, mas pelos meus. Olho para a Itália, e tenho pessoas próximas a contar-me em primeira mão o que se passa por lá, e não consigo perceber como aquilo aconteceu. Pior, não consigo perceber como não serve de exemplo. É o costume português do: vamos ver no que dá e se der merda remedeia-se! Mas, neste caso, não aceito que assim seja, não aceito que não se tomem medidas drásticas de contenção, a um vírus que se espalha à velocidade da luz, tipo varicela, que quando dentro de uma sala um tem, todos têm.

Fiquem em casa, é o que peço e se saírem, vão para sítios onde não anda ninguém. Arranjem atividades para entreter os miúdos. Vejam isto como uma oportunidade do universo para rever prioridades. A economia conta muito pouco, quando em causa estão vidas humanas, sejam elas novas ou velhas. Aproveitem para passar tempo de qualidade com os vossos filhos, eles precisam e agradecem. Leiam livros, vejam documentários. Ponham as séries em dia. Façam bolos, pão, jardinagem… Arrumem os armários, as gavetas ou façam aquilo que já queriam fazer e que nunca fizeram porque não tinham tempo.

Tudo mudou, se antes se dizia para sairmos do online para a vida real, hoje é mais saia da vida real e passe para o online. Façam video chamadas para os amigos dos vossos filhos, para os avós, para os vossos amigos. Façam filmes, tirem fotografias em casa, divirtam-se muito! Não vai ser fácil, mas é possível, tem que ser possível!

Se tiverem mesmo que ficar em casa durante duas semanas FIQUEM, POR FAVOR FIQUEM.🙏🏻🙏🏻🙏🏻🙏🏻

Vamos deixar de ser egoístas e vamos provar que os portugueses são só o melhor povo que há no mundo!

Gostou deste artigo? Partilhe-o com os seus familiares e amigos! 🙂

*Beijinhos*

Sofia

Siga-nos também no Instagram —> @sofiasalgadomota

Nota 1: o Facebook alterou o algoritmo e a partir de agora vai mostrar mais posts dos amigos e menos das páginas que seguimos. Para continuar a saber dos nossos posts basta ir aqui à nossa página, clicar em gosto e depois, onde diz “A Seguir”, seleccionar “Ver Primeiro”

Nota 2: Outra opção é adicionarem-se ao grupo do blogue Pedaços de Nós (podem fazê-lo aqui)! Esta está foi a solução encontrada para que as nossas leitoras não percam pitada. Neste espaço partilharemos apenas os posts que normalmente são partilhados na página, por isso vão lá e adicionem-se!  🙂

Te amo de um milhão… um post sobre amor próprio!

Te amo de um milhão… um post sobre amor próprio!

Te amo de um milhão… sim, a ti, a essa que sorri com os olhos fechados, qual chinesa de cabelo aos caracóis, que chora por qualquer coisa, que se emociona todos os dias, que passa a vida com os olhos transpirados e preocupada com as suas pessoas!✨⭐️ Sim essa mesmo, TU!🙏🏻✨🙏🏻

Sim, àquela que se preocupa em demasia com o que ainda não aconteceu e que está a descobrir que não pode controlar tudo. Sim, àquela que aprendeu que a felicidade não depende de mais ninguém, a não ser dela própria.

Sim, àquela que aprendeu que o universo é um portal imenso e que conspira a nosso favor. Mesmo quando tudo parece desmoronar, há uma lição a aprender e o caminho para o desenvolvimento pessoal passa também por aí.

Te amo de um milhão… a ti, que descobriste há pouco tempo a maravilha das coisas simples e que em todo o lado há sinais, que te ajudam nesta maravilhosa caminhada que é a vida!

Sim, amo-te, a ti, que percebes no sorriso de uma criança, a alegria imensa de quem ama e é amado. Sim, amo-te e não desejo mais nada a não ser a tua (nossa) felicidade!

Sim, amo-te de um milhão!

Gostou deste artigo? Partilhe-o com os seus familiares e amigos! 🙂

Beijinho no ❤️

Sofia

Siga-nos no Instagram —> @sofiasalgadomota

Nota 1: o Facebook alterou o algoritmo e mostra mais posts dos amigos e menos das páginas que seguimos. Para continuar a saber dos nossos posts basta ir aqui à nossa página, clicar em gosto, depois onde diz “A Seguir” e seleccionar “Ver Primeiro.”

Nota 2: Outra opção é adicionarem-se ao grupo do blogue Pedaços de Nós (podem fazê-lo aqui)! Esta está foi a solução encontrada para que as nossas leitoras não percam pitada. Neste espaço partilharemos apenas os posts que normalmente são partilhados na página, por isso vão lá e adicionem-se!  🙂

2019 foi o ano da borboleta!

2019 foi o ano da borboleta!

Em 2019 mudou tanta coisa que nem sei por onde começar, mas afirmo, sem receio, que foi um ano incrível! 2019 trouxe tanta gente boa e importante a minha vida que é difícil descrever. 2019 foi o ano em que mais mudei por dentro e isso… bem, isso viu-se por fora! Sinto que vivi numa montanha russa, que começou a girar em janeiro e ainda não parou!

Em 2019 fiz terapia, tratei problemas antigos, separei-me e passei a olhar mais  para mim! Fiz caracóis num cabelo que foi liso uma vida inteira, furei as orelhas, perdi peso…

2019 foi dos anos mais importantes da minha vida, ri imenso, chorei umas quantas vezes, reencontrei pessoas maravilhosas, que pautaram os meus dias com alegria, conheci outras tantas, que só vieram acrescentar valor ao que já tinha!🙌🏻🙏🏻✨ Chorei muito, imenso, chorei mais o ano que passou do que em toda a década, chorei de rir, chorei de emoção e chorei de tristeza! Chorei porque voltei a sentir e amei, amei muito, com todas as minhas forças. Percebi que só o amor importa, o amor que sentimos pelos outros, mas mais importante, o que sentimos por nós! 2019 foi tão bom que não queria que terminasse!

2019 trouxe as mudanças necessárias, naquele que foi o ano da borboleta. As transformações foram tantas, que não consigo perceber qual a mais importante ou a que mais marcou.

Em 2019 mudei tanto que às vezes nem me reconheço e só peço que 2020 seja tão maravilhoso como foi 2019, mas que navegue em águas mais calmas, porque se as mudanças continuam temo, dentro de um ano, ter uma nova cara!

E por aí, como foi o ano de 2019? E o que espera de 2020? Quais os sonhos, desejos, vontades?

*Beijinhos e um bom ano gente boa do meu ❤️, que 2020 traga a concretização de sonhos, muito amor e abraços apertados!🙏🏻🥰*

Sofia

Siga-nos no Instagram —> @sofiasalgadomota

Nota 1: o Facebook alterou o algoritmo e mostra mais posts dos amigos e menos das páginas que seguimos. Para continuar a saber dos nossos posts basta ir aqui à nossa página, clicar em gosto, depois onde diz “A Seguir” e seleccionar “Ver Primeiro.”

Nota 2: Outra opção é adicionarem-se ao grupo do blogue Pedaços de Nós (podem fazê-lo aqui)! Esta está foi a solução encontrada para que as nossas leitoras não percam pitada. Neste espaço partilharemos apenas os posts que normalmente são partilhados na página, por isso vão lá e adicionem-se!  🙂

És uma mãe perfeita!

És uma mãe perfeita!

Há uns tempos alguém me dizia que eu sou uma mãe perfeita, respondi que isso não existe. Mas pensei melhor e cheguei à conclusão que sim, sou uma mãe perfeita. Cheguei à conclusão que todas somos mães perfeitas. A perfeição não existe, em nada, nada mesmo, a maternidade não foge à regra e é por isso que é tão perfeita.

É na imperfeição de todas nós que reside a perfeição. Os nossos filhos não querem, nem precisam, de mães perfeitas. Os nossos filhos precisam de mães reais e, acima de tudo, precisam de mães felizes. Mães sem culpa, que assumem que erram, mas que erram com o coração carregado de amor.

Por isso respire fundo e acredite que é na sua imperfeição que está a perfeição que o seu filho tanto precisa… e ama! 🙂

Gostou deste artigo? Então partilhe-o com os seus familiares e amigos! 🙂

Também abordei este assunto aqui!

*Beijinhos*

Sofia

Siga-nos no Instagram —> @sofiasalgadomota

Nota 1: o Facebook alterou o algoritmo e mostra mais posts dos amigos e menos das páginas que seguimos. Para continuar a saber dos nossos posts basta ir aqui à nossa página, clicar em gosto, depois onde diz “A Seguir” e seleccionar “Ver Primeiro.”

Nota 2: Outra opção é adicionarem-se ao grupo do blogue Pedaços de Nós (podem fazê-lo aqui)! Esta está foi a solução encontrada para que as nossas leitoras não percam pitada. Neste espaço partilharemos apenas os posts que normalmente são partilhados na página, por isso vão lá e adicionem-se!  🙂