As competências sociais têm que ser ensinadas!

As competências sociais têm que ser ensinadas!

As crianças não nascem ensinadas, nascem com personalidade, com características intrínsecas, mas, no que às competências sociais diz respeito, cabe-nós a nós, adultos, educar! Somos educadores, a nossa função é educar e por educar entenda-se ensinar! Acredito, no entanto, que o exemplo é a melhor forma de o fazer e por essa essa razão temos que ter muito cuidado com certas atitudes. Os miúdos aprendem por imitação, para o bem e para o mal. 🙂

As competências sociais têm que ser ensinadas…

As regras de convivência existem por uma questão de respeito perante as outras pessoas. E o respeito é uma coisa tão bonita, não é? Vou, por isso, dar alguns exemplos acerca do que devemos ensinar às crianças:

  • A esperar – nas filas pela sua vez, pela comida na mesa, que a mãe termine uma conversa… Saber esperar é uma competência importante e que será importante pela vida fora!
  • A cumprimentar – olá, boa tarde, boa noite, são cumprimentos simples e que mostram, acima de tudo, respeito pelas outras pessoas.
  • A agradecer – dizer obrigado não fica só bem, é uma forma de mostrar que apreciámos o que alguém fez e isso vai deixá-la feliz!
  • A pedir desculpa – se fez algo que não devia ter feito, deve pedir desculpa, é básico. Apesar de eu defender que as desculpas não se pedem, evitam-se, um pedido de desculpas sincero é muito importante.

Agora diga-me, o que pensa acerca disto? Considera importante ensinarmos competências sociais às crianças? Tem alguma a acrescentar?

Gostou deste artigo? Então partilhe-o com os seus familiares e amigos! 🙂

*Beijinhos*

Sofia

Siga-nos também no Instagram —> @sofiasalgadomota

Nota 1: o Facebook alterou o algoritmo e a partir de agora vai mostrar mais posts dos amigos e menos das páginas que seguimos. Para continuar a saber dos nossos posts basta ir aqui à nossa página, clicar em gosto e de seguida onde diz “A Seguir” e seleccionar “Ver Primeiro”.

Nota 2: Outra opção é adicionarem-se ao grupo do blogue Pedaços de Nós (podem fazê-lo aqui)! Esta está foi a solução encontrada para que as nossas leitoras não percam pitada. Neste espaço partilharemos apenas os posts que normalmente são partilhados na página, por isso vá lá e adicione-se! 🙂

Ecrãs antes dos dois anos não!

Leia e perceba porque afirmo que: ecrãs antes dos dois anos não!

Não mando em ninguém, mas acho que tenho a obrigação moral de alertar e de pedir para, por favor, não colocarem crianças tão pequenas em frente aos ecrãs! Está mais do que provado que faz mal!

Que, por exemplo, diminui a capacidade de concentração, afinal as imagens passam a uma velocidade estonteante!

Ou que não ajuda nada no desenvolvimento da criatividade, imaginação e até na capacidade de resolver problemas. Para além de que crianças completamente alienadas não me agradam minimamente. Para quê? Para termos uns minutos de sossego? Não vale a pena, acredite. Entre o haver e o dever, vai ficar a ganhar mais, muito mais o dever. As experiências precoces em crianças pequenas são cruciais no desenvolvimento cerebral, principalmente aquelas que ocorrem nos primeiros anos de vida! 🙂

Se existem imensas teorias, corretas, posso comprovar, que afirmam que os bebés aprendem essencialmente através dos sentidos, sendo nossa missão despertá-los, porque não o fazemos? Maria Montessori, tão em voga hoje em dia, defendia que o meio ideal para uma criança se desenvolver deve estar repleto de materiais sensoriais. De facto, é através da coordenação entre o paladar, olfato, tato, audição, visão que a criança pequena é capaz de produzir conhecimento! Um passeio no parque com elementos da natureza, as folhinhas que apanhamos e levamos para casa, a relva nos pés, gelatina, a pasta de farinha, ou só a farinha, a água, o cabelo e a mão da mãe, livros com imagens reais… são exemplos perfeitos do que se pode e deve fazer com bebés!

Agora diga-me? Neste circuito de ação onde podemos encaixar o ecrã? Para ouvir música e ver desenhos animados? Não! A música é bem melhor se cantada pela mãe ou se for só o rádio. Os desenhos animados não são mais do que figuras abstratas, a criança organiza a compreensão que tem do mundo da seguinte forma: primeiro compreende o objeto real, de seguida o objeto em miniatura, depois a imagem real (fotografia) e só depois a imagem colorida, por isso…

Lembre-se sempre, ecrãs antes dos dois anos não!

Vamos fazer um esforço pelo bem dos nossos miúdos, ecrãs antes dos dois anos não, pode ser? 🙂

Gostou deste artigo? Então partilhe-o com os seus familiares e amigos! 🙂

*Beijinhos*

Sofia

Nota 1: o Facebook alterou o algoritmo e a partir de agora vai mostrar mais posts dos amigos e menos das páginas que seguimos. Para continuar a saber dos nossos posts basta ir aqui à nossa página, clicar em gosto e de seguida onde diz “A Seguir” e seleccionar “Ver Primeiro”.

Nota 2: Outra opção é adicionarem-se ao grupo do blogue Pedaços de Nós (podem fazê-lo aqui)! Esta está foi a solução encontrada para que as nossas leitoras não percam pitada. Neste espaço partilharemos apenas os posts que normalmente são partilhados na página, por isso vá lá e adicione-se!  🙂

Siga-nos também no Instagram —> @sofiasalgadomota

Uma alternativa aos ecrãs nos restaurantes!

Uma alternativa aos ecrãs nos restaurantes!

Pode até parecer mania, mas a verdade é que optamos por não permitir ecrãs, tablets ou telefones, à mesa, em nenhuma circunstância. Uma opção nossa, pensada e ponderada e que, a qualquer momento, pode ser revista e alterada, que aqui nenhuma decisão é definitiva ou estanque.

Claro que todas as decisões, sejam elas quais forem, têm consequências. Por isso, e porque queremos alguma paz quando vamos comer fora, tivemos que encontrar alternativas para manter a miúda entretida nas horas em que passa à mesa.

A alternativa que mostro hoje é uma ardósia maleável e que cabe em qualquer lugar. Costumo levá-la na mochila ou na mão, coloco em cima da mesa e a Carlota desenha. Ela adora desenhar, é um facto, mas também não é menos verdade que eu incentivo. Claro que esta estratégia não chega, acabo quase sempre a cantar ou a inventar histórias, mas ela gosta dos desenhos com o giz e isso já é uma grande ajuda!

A ardósia é da With Love by Sofia e pode encontrá-la aqui! 🙂

Fica a dica de uma alternativa aos ecrãs nos restaurantes!

Este slideshow necessita de JavaScript.

*Beijinhos*

Sofia

Siga-nos no Instagram —> @sofiasalgadomota
E no Facebook —> Pedaços de Nós