Cinco razões porque devem as crianças brincar com legos!

E porque está a chegar o Natal e há muita gente que não sabe o que oferecer aos miúdos, deixo aqui uma ótima sugestão, a primeira de várias!

O Lego é aquele brinquedo que existe desde que me lembro que sou gente, e eu sou gente há muito tempo. Era grande fã, tinha um vizinho que tinha imensos, passávamos horas naquilo. Estradas, cidades, carros, carrinhos, bonecas, casas, de tudo havia e de tudo nós construíamos… TUDO! Saudosismos à parte, a verdade é que os legos estão aí para ficar e saíram de uma marca para denominar toda e qualquer peça de encaixe.

Agora a parte que interessa, porque são os legos importantes?

Porque quando a criança brinca livremente com as peças de encaixe mais famosas do mundo desenvolve uma série de competências importantíssimas pela vida fora. A verdade é que não há criança que não goste (eu não conheço!), mesmo as que não estão habituadas. E se começam sem saber muito bem o que fazer, rapidamente fazem verdadeiras construções dignas de um qualquer arquiteto.

Então, porque são tão importante? Que competências desenvolve a criança quando brinca com legos? São eles assim tão importantes?
São cinco as razões porque devem as crianças brincar com legos:
  1. Motricidade – A fina, principalmente, quando encaixa e movimenta as diferentes peças.
  2. Matemática – Com os legos a criança trabalha conceitos tão importantes como a classificação (agrupa por cores, tamanhos, etc.) ou a seriação (coloca por ordem). Desenvolve também a noção de espaço, percebe as cores, a diferenciação de tamanho e a quantidade. Esta atividade espontânea da criança permite-lhe perceber o mundo de forma lúdica e divertida.
  3. Resolução de problemas – Os problemas são algo que acontece vezes sem conta, durante toda a vida, com as crianças não é diferente. Mas o que para nós, adulto, é fácil de decifrar, para uma criança, muitas vezes, imensas vezes, não o é. Uma torre que cai, uma peça que não encaixa, uma peça que falta, muitas são as situações com que se depara enquanto constrói e muitas são as vezes em que, de forma autónoma, vai ter que resolver esse problema.
  4. Auto-estima e autonomia – Quando uma criança resolve os problemas de forma autónoma, vê crescer a sua auto-estima, ao mesmo tempo que desenvolve a autonomia.
  5. Criatividade e imaginação – Para mim uma das mais importantes competências a desenvolver na criança e os legos são ótimos para isso. Quando entregamos a uma criança uma data de peças, a sua reação é criar, é algo natural. Criam torres, cidades, veículos e criam, ao mesmo tempo, histórias e personagens, vivem aventuras e personificam a vida real. Na verdade, mesmo quando oferecemos legos com peças para construir algo standard, o que a criança vai fazer não é replicar o que na caixa, o que a criança vai fazer é criar algo novo. E assim tem muita mais piada.

*Beijinhos*

Sofia

Nota 1: o Facebook alterou o algoritmo e a partir de agora vai mostrar mais posts dos amigos e menos das páginas que seguimos. Para continuar a saber dos nossos posts basta ir aqui à nossa página, clicar em gosto e de seguida onde diz “A Seguir” e seleccionar “Ver Primeiro”.

Nota 2: Outra opção é adicionarem-se ao grupo do blogue Pedaços de Nós (podem fazê-lo aqui)! Esta está foi a solução encontrada para que as nossas leitoras não percam pitada. Neste espaço partilharemos apenas os posts que normalmente são partilhados na página, por isso vá lá e adicione-se!  🙂

Siga-nos também no Instagram —> @sofiasalgadomota