A importância de brincar

Brincar é das atividades que mais aprendizagens proporciona. Quando brinca, a criança controla o seu nível de desenvolvimento e de desafio, constrói relações e resolve problemas, muitas das vezes sozinha. O brincar é algo tão natural e de escolha pessoal que o nível de entusiasmo e de envolvimento é enorme, proporcionando grande prazer à criança. Para além disso, desenvolve competências motoras e ao nível da matemática, linguagem e expressões.

Já o faz de conta, sendo umas das atividades mais próprias de brincar, o que é e para que serve:

  • É uma forma de jogo simbólico que permite à criança assumir outros papéis, representando situações “reais” ou imaginárias;
  • Permite à criança exprimir as suas ideias e sentimentos, desempenhando um papel importantíssimo no seu desenvolvimento emocional e social;
  • É um importante alicerce na construção e na descoberta de si e do mundo, na expressão de emoções (medo, surpresa, alegria, tristeza) e serve também como meio de reequilibrar os conflitos interiores;
  • Desenvolve a criatividade, a capacidade de representação e a consciência das suas reações e do seu poder sobre a realidade;
  • Permite à criança transpor para o imaginário as situações da vida real, e, por isso, permite-lhe continuar o jogo da vida de uma maneira aceitável.

Na verdade, a criança faz de conta que come, que trata dos bebés, que constrói casas, que arranja coisas, etc.. Faz de conta que é professor(a) e imita o que vê diariamente na escola. E imita também o que vê em casa. Faz de conta que é um(a) grande jogador(a) de futebol ou o(a) cantor(a) que tanto gosta… Faz de conta que é um(a) grande artista e pinta quadros lindíssimos! A criança brinca, brinca muito e ainda bem!

Tive um professor na universidade que descreveu o brincar da forma mais bonita que ouvi até hoje. Segundo ele…

Brincar não é exclusivo das crianças, é próprio do homem e uma das suas atividades sociais mais significativas. Porém, as crianças brincam contínua e abnegadamente. Contrariamente aos adultos, entre brincar e fazer coisas sérias não há distinção, sendo o brincar muito do que as crianças fazem de mais sério.

Foi das maiores verdades que li e ouvi até hoje e por essa razão eu defendo com todas as minhas forças…

DEIXEM AS CRIANÇAS BRINCAR!

A alcofa bem fofinha é da Puro Amor e podem encontrá-la aqui!

*Beijinhos*

Sofia

Siga-nos no Instagram —> @sofiasalgadomota
E no Facebook —> Pedaços de Nós