Perda de peso… o que mais me custou!

Há coisas que ainda me custam, como os finais de tarde, quando entro naquela cadeia de supermercados alemã e sinto o cheiro a pão! O quanto custa! Imagino logo um pão da avó carregado de manteiga, ADORO! Mas não pode ser e não tem sido! Foco, é o que penso. Mas custa… MUITO! Eu adoro pão com manteiga, adoro mesmo muito, vivia feliz só com pão com manteiga e fruta! 🙂

O que mais me custava era sair da mesa sem aquela sensação de barriga cheia, agora já não! Custou-me ter que reduzir à quantidade de comida ingerida! Custou-me sentir alguma fome! Foi quase como um reprogramar do cérebro. Há dias perguntavam-me: “Mas precisas assim tanto de emagrecer”? Se calhar não, mas mais cinco quilos do que pesei na maior parte da minha vida fazem-me alguma confusão e, como não gosto, não sossego enquanto não chego ao objetivo pretendido! 🙂

Mas há uma coisa que não me custa, o açúcar! Há cerca de dois anos larguei o açúcar da minha vida. Custou-me muito, mas consegui. É verdade que o açúcar vicia e eu, agora que não consumo, posso afirmá-lo com toda a certeza. Quando deixei tive dores de cabeça horríveis e imensa vontade de atacar doces. Mas resisti. RESISTI SEMPRE! Hoje, nem penso em doces. Nunca tenho aquela sensação do preciso de alguma coisa doce e isso é uma libertação. Também tinha episódios de hipoglicemia com alguma frequência, que nunca mais aconteceram. Por isso, deixo uma palavra de força, se eu consegui toda a gente consegue, basta querer! 🙂

*Beijinhos*

Sofia

Nota 1: o Facebook alterou o algoritmo e a partir de agora vai mostrar mais posts dos amigos e menos das páginas que seguimos. Para continuar a saber dos nossos posts basta ir aqui à nossa página, clicar em gosto e de seguida onde diz “A Seguir” e seleccionar “Ver Primeiro”.

Nota 2: Outra opção é adicionarem-se ao grupo do blogue Pedaços de Nós (podem fazê-lo aqui)! Esta está foi a solução encontrada para que as nossas leitoras não percam pitada. Neste espaço partilharemos apenas os posts que normalmente são partilhados na página, por isso vá lá e adicione-se!  🙂

Siga-nos também no Instagram —> @sofiasalgadomota

Pequeno almoço… os meus dois segredos!

Há já algum tempo que o meu pequeno almoço é o denominado Turbinado – café misturado com óleo de coco! Eu adiciono canela, não sou grande apreciadora do sabor do coco, por isso mascaro-o. Para além disso, a canela tem efeito termogénico, auxiliando na perda de peso.
Tomo esta bebida diariamente há quase um ano e é ela que me dá a energia necessária para aguentar o dia. Onde fui buscar esta ideia! Pertenço a um grupo do Facebook chamado Paleo Descomplicado e foi lá que encontrei inspiração para perder os quatro quilos que tinham ficado da gravidez da Carlota. Uma das coisas que alterei foi o que ingeria ao pequeno almoço, para além de tentar eliminar os processados e passar a comer a denominada “comida de verdade”! O Turbinado é realmente a alteração alimentar mais significativa de todas pela energia que proporciona. Fico satisfeita por um bom par de horas, o que faz com que necessite de menos alimento. Ora, menos alimento, mais perda de peso! 🙂
O meu turbinado leva uma colher de chá de café e de óleo de coco e meia de canela do Ceilão (compro no LIDL).
Mas conseguir conciliar trabalho, blogue, casa e família desgasta imenso e senti necessidade de recorrer a vitaminas. Por isso, adicionei o Viterra ao meu pequeno almoço. A caixa está mesmo no fim e eu sinto melhorias (o que não invalida o facto de necessitar de férias, vá). A sua composição é pensada exclusivamente nas mulheres e nas famosas e implicativas hormonas! 🙂
E enquanto as férias não chegavam este foi o meu segredo para conseguir manter o corpo e a cabeça a trabalhar, mantendo, ao mesmo tempo, a minha sanidade mental. Mas, agora que tenho uns dias de férias, vou ali descansar um bocadinho, que isto só assim não vai lá. FUI! 🙂

*Beijinhos*

Siga-nos no Instagram —> @sofiasalgadomota
E no Facebook —> Pedaços de Nós

Fizemos gelados

Há uns dias, numa visita à Primark, comprei umas formas para fazer gelados. Mal disse à Carlota para o que era aquilo não mais deixou de me chatear para fazer gelados. Bem, não vou apresentar nenhuma recita XPTO de gelados, porque não foi isso que fiz (ainda)! O que fiz foi aproveitar a fruta que tinha cá em casa e tentar fazer algo saudável e bom. Acho que consegui, ela pelo menos gosta! Coloquei num copo um pouco de água, morangos e uma colher de chá de xarope de agave. Misturei tudo com a varinha mágica e coloquei nas formas. Repeti o processo com framboesas.

Podem não ser os melhores gelados do mundo, mas ela adora-os e eu sei que não lhe vão fazer mal. Para além disso, divertimo-nos imenso e isso… bem, isso é o mais importante!

*Beijinhos*

Siga-nos no Instagram —> @sofiasalgadomota
E no Facebook —> Pedaços de Nós

Receitas saudáveis… em frascos!

Várias vezes me perguntam o que costumo comer ao lanche, ou que segredos tenho para manter a boa forma. Bem, não é muito difícil quando se é adepta de uma alimentação saudável e quando raramente se come açúcar ou processados. Costumo dizer que estou sempre de dieta, porque considero que a dieta não é mais do que as nossas opções alimentares. Hoje trago-lhe as minhas opções no que aos lanches diz respeito. Uma receita simples, saborosa e extremamente saudável. Também lhe quero falar da Ni e dos seus famosos enfrascados. A Ni é nutricionista e resolveu pegar em frascos de vidro e colocar lá refeições inteiras. Bem, eu resolvi seguir os conselhos dela e colocar dentro de um frasco o meu lanche.

O meu enfrascado leva iogurte natural do LIDL (para mim, são os melhores), a minha granola (podem ver a receita aqui) e uma peça de fruta. A experiência diz-me que quanto mais doce melhor. A minha mistura favorita é com manga. Fica delicioso!

Bom apetite! 🙂

Pode ficar a saber tudo sobre os enfrascados da Ni e ver mais receitas aqui

*Beijinhos*

Siga-nos no Instagram —> @sofiasalgadomota
E no Facebook —> Pedaços de Nós