Queques paleo… a receita!

Ando sempre a experimentar coisas novas com farinhas alternativas, mais saudáveis mas que sejam saborosas! Há uns dias meti as mãos na massa e com toda a mestria possível (que não é muita!) fiz uns queques, obviamente, com a ajuda da Carlota. Por serem inventados, tive, enquanto os fazia, algum medo pela qualidade dos mesmos. Mas ficaram bons, ficaram muito bons e bonitos, dignos de serem fotografados. Para além disso, são super saudáveis, não têm açúcar adicionado nem farinhas refinadas, muito bons!

Agora a receita:
Ingredientes para 12 queques:
  • 125g de farinha de amêndoa,
  • 125g de polvilho doce
  • Dois ovos
  • Duas bananas bem maduras (muito maduras mesmo)
  • Sumo de uma laranja pequena
  • Uma colher de chá de fermento em pó
  • 100g de manteiga dos Açores
  • Uma colher de chá de canela
Para o recheio:
  • Framboesas
  • Chocolate 85% de cacau
Confeção:

Misturar a farinha, o polvilho doce, os ovos, as bananas, o fermento, a manteiga, a canela e o sumo de laranja. Bater bem até formar uma pasta uniforme. Colocar as framboesas ou o chocolate no fundo da forma e juntar a massa. Levar ao forno a 200 graus, durante 30 minutos ou até ficarem com uma cor amarelinha!

*Bom apetite*

*Beijinhos*

Siga-nos no Instagram —> @sofiasalgadomota
E no Facebook —> Pedaços de Nós

Pequeno almoço… os meus dois segredos!

Há já algum tempo que o meu pequeno almoço é o denominado Turbinado – café misturado com óleo de coco! Eu adiciono canela, não sou grande apreciadora do sabor do coco, por isso mascaro-o. Para além disso, a canela tem efeito termogénico, auxiliando na perda de peso.
Tomo esta bebida diariamente há quase um ano e é ela que me dá a energia necessária para aguentar o dia. Onde fui buscar esta ideia! Pertenço a um grupo do Facebook chamado Paleo Descomplicado e foi lá que encontrei inspiração para perder os quatro quilos que tinham ficado da gravidez da Carlota. Uma das coisas que alterei foi o que ingeria ao pequeno almoço, para além de tentar eliminar os processados e passar a comer a denominada “comida de verdade”! O Turbinado é realmente a alteração alimentar mais significativa de todas pela energia que proporciona. Fico satisfeita por um bom par de horas, o que faz com que necessite de menos alimento. Ora, menos alimento, mais perda de peso! 🙂
O meu turbinado leva uma colher de chá de café e de óleo de coco e meia de canela do Ceilão (compro no LIDL).
Mas conseguir conciliar trabalho, blogue, casa e família desgasta imenso e senti necessidade de recorrer a vitaminas. Por isso, adicionei o Viterra ao meu pequeno almoço. A caixa está mesmo no fim e eu sinto melhorias (o que não invalida o facto de necessitar de férias, vá). A sua composição é pensada exclusivamente nas mulheres e nas famosas e implicativas hormonas! 🙂
E enquanto as férias não chegavam este foi o meu segredo para conseguir manter o corpo e a cabeça a trabalhar, mantendo, ao mesmo tempo, a minha sanidade mental. Mas, agora que tenho uns dias de férias, vou ali descansar um bocadinho, que isto só assim não vai lá. FUI! 🙂

*Beijinhos*

Siga-nos no Instagram —> @sofiasalgadomota
E no Facebook —> Pedaços de Nós

Receitas saudáveis… Oopsies

Uma das coisas que faço com frequência são as oopsies, o chamado pão sem farinha.
É muito fácil de fazer, basta juntar três gemas de ovo e um iogurte grego. Ao lado bater as claras em castelo juntando uma pedra de açúcar. Depois, é só misturar as gemas com iogurte com as claras, com muito cuidado, para que as claras não percam a forma de nuvem. De seguida colocar pequenas doses da massa num tabuleiro forrado com papel vegetal e levar ao forno a 160º, entre 15 a 20 minutos (eu vejo quando estão a ficar amarelinhas e um pouco tostadas).
Este fim de semana voltei a fazer e posso dizer que barradas com um pouco de mostarda e recheadas com presunto e alface ficaram divinais. E mais, em algumas coloquei um pouco de chocolate negro (74% de cacau) e hum… maravilhosa sobremesa!

*Beijinhos*

Siga-nos no Instagram —> @sofiasalgadomota
E no Facebook —> Pedaços de Nós

Granola by me

Há uns dias coloquei no Instagram uma foto do meu lanche favorito: iogurte com granola caseira. Bem, pediram-me a receita e ela aqui está. Eu sou fã de granola, mas da minha! Sou eu quem a faz (com a ajuda imprescindível da Carlota, claro!), é muito pessoal e adaptada aos meus gostos. A minha granola não leva aveia, tem apenas frutos secos, sementes e mel. É muito fácil de fazer, apenas tem que se ter cuidado com os tempos no forno para não queimar.
Aconselho a experimentarem com pouca quantidade e ir aumentado à medida do gosto e do(s) consumo(s)! Eu faço assim:
Ingredientes:
Sementes de abóbora, girassol, sésamo e linhaça dourada;
Amêndoa em palitos;
Nozes partidas;
Mel.
Modo de preparação:
As sementes de abóbora é que mandam, porque coloco o dobro em sementes de girassol e metade em sementes de linhaça dourada e de sésamo. Coloco também amêndoa e noz na mesma quantidade que as sementes de abóbora. Misturo tudo num tabuleiro, ou pirex, forrado com papel vegetal. Coloco o mel q.b. (não precisa de muito), que se mistura com os restantes ingrediente à medida que vai aquecendo. No forno, a prateleira deve estar em baixo e só ligo a parte de cima a 160º. Ligo o temporizador para 10 minutos (nas duas primeiras vezes podem ser 15) e mexo bem de cada vez que termina um desses períodos. Retiro do forno quando está toda bem castanhinha. Deixo arrefecer, embrulho-a no papel e amasso para se soltar toda. Depois é só guardar num frasco e ir comendo.

Por aqui são todos fãs da granola caseira da mãe!

Se sentirem alguma dificuldade não hesitem em contactar.

*Bom apetite*

Siga-nos no Instagram —> @sofiasalgadomota
E no Facebook —> Pedaços de Nós